Dieta anticancro

Saúde
Cereais Integrais

Estudos recentes revelam que os cereais integrais, consumidos regularmente como parte de uma dieta equilibrada , são excelentes na prevenção do cancro , especialmente o do cólon e dos intestinos.

Crucíferas

As plantas crucíferas são famosas pelo seu contributo para a prevenção do cancro. Tal fama deve-se às suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, capazes de interromperem o processo de formação de tumores e promoverem a morte das células cancerígenas. Pertencem a esta família as couves, a couve-flor, os brócolos , o agrião , a rúcula , os rabanetes e os nabos, entre outras .

Vegetais de folha verde

A cor verde de muitas espécies vegetais deve-se á presença de clorofila, substância que nos protege do cancro. E quanto mais verde, melhor! Deste grupo fazem parte hortaliças como os espinafres, as acelgas, os canónigos e as alfaces , entre muitas outras . Todas elas são ricas em água, fibra, vitaminas e minerais, partilhando diversas propriedades anticancerígenas com o grupo das crucíferas.

Alho e Cebola

Vários estudos populacionais demonstram que os indivíduos que consomem regularmente legumes da família do alho - alho,cebola , cebolinho , alho-francês , entre outros - são menos propensos a desenvolver certos tipos cancros, designadamente os do estômago, esófago , pâncreas e cólon , mas também os da próstata e da mama. Estes efeitos devem-se maioritariamente aos compostos de enxofre presentes nos vegetais desta família.

Tomate

O tomate é o rei das hortaliças avermelhadas, devido ao seu elevadíssimo conteúdo em carotenoides , sobretudo licopeno , cujo poder anticancerígeno é o dobro do betacaroteno.

Frutas e vegetais amarelos e alaranjados

As frutas e os vegetais amarelos e cor de laranja são ricos em caritenoides , particularmente betacaroteno. Por esta razão , potenciam a eficácia do aparelho imunitário e inibem a formação de células cancerosas . Destaque para a cenoura, a abóbora e a batata-doce , a par da manga, da papaia ou do alperce.

Citrinos

Sobretudo conhecidos pelo seu conteúdo em vitamina C, os citrinos contêm também diversos compostos fitoquímicos, nomeadamente polifenois e terpenos, que são responsáveis pelos efeitos anticancerígenos destes frutos.

Frutos vermelhos

Ao antioxidante por execelência. Irresistíveis ao olhar , de sabores e aromas requintados , os frutos vermelhos são , igualmente , verdadeiros tesouros de saúde e juventude. Morango , framboesa , romã , mirtillo azul , arando vermelho , amora, cereja...

Cogumelos

Principalmente os cogumelos orientais , o mais conhecido dos quais é o shitake , são ricos em compostos fitoquímicos capazes de reforçarem o sistema imunitário e ajudarem a identificar e destruir as células cancerosas

Leguminosas

Graças aos fitoestrogénios que possuem , as leguminosas protegem o organismo de certos cancros hormonodependentes , como os da próstata e da mama.

Soja

A soja é a mais importante fonte de isoflavonas, um tipo de fitoestrogénios que interfere com o crescimento de cancros relacionados com as hormonas.

Frutos oleaginosos

Os frutos oleaginosos são excecionais e, provavelmente , um dos tipos de alimentos que têm maiores efeitos benéficos para a saúde.

Linhaça e cânhamo

Estas sementes são alimentos que harmonizam a atividade estrogénica , promovem a imunidade e combatem o cancro.

Azeite

Existem fortes evidências de que uma dieta de estilo mediterrâneo, na qual o azeite é a principal fonte de gordura, contribui para a prevenção dos fatores de risco cardivascular e é preventiva face a certos tipos de cancro, nomeadamente do cólon.

Óleo de fígado de bacalhau

Rico em vitaminas lipossolúveis A e D , o óleo de figado do bacalhau contribui para a prevenção de diversos tipos de cancro, principalmente da mama, próstata, pulmão e cólon.

Peixes gordos

As gorduras presentes nos peixes gordos - ómega 3 - proporcionam vários benefícios , entre eles a diminuição do risco de doenças cardiovasculares e de acidentes vasculares cerebrais, diminuição da tensão arterial, ação anti-inflamatória e anticancerígena. Estas gorduras encontram-se em maior quantidade, nos peixes de águas salgadas e frias, comummente designados por peixes gordos ou azuis, como a sardinha, o carapau , a cavala , a truta , o salmão e o atum, entre os mais consumidos no nosso país.

Algas

O valor nutritivo das algas reside no seu alto teor em minerais, sobretudo íodo , mas também sódio , potássio , magnésio , cálcio , ferro , fósfero , além disso , ricas em carotenos e vitaminas dos grupos B e C, em quantidades que ultrapassam , nalguns casos , as dos legumes.

Chá verde

De todos os vegetais, as folhas de chá verde são aqueles que contêm maior proporção de substâncias anticancerígenas.

Também sugerimos

Doença
Pequenas ulcerações superficiais dolorosas da mucosa bucal que podem ocorrer também nas mucosas genitais. Fundo amarelado, bordos definidos rodeados por uma borda avermelhada. A coexistência de aftas orais e genitais em crises repetidas , sobretudo quando acompanhadas de alterações reumáticas, vasculares ou dermatológicas, faz suspeitar de doença de behçet.
Saúde
- Os idosos - e as pessoas, em geral - devem dormir o tempo suficiente para se sentirem frescos e descansados no dia seguinte. Parece que uma diminuição do tempo de permanência na cama consolida a fase do sono ; uma permanência excessiva na cama terá de se relacionar com um descanso pouco profundo e fragmentado.
Doença
Normal em qualquer idade, a deglutição de ar durante ou entre as refeições pode ser excessiva nas pessoas dispépticas ou nervosas: acumulação de gases nos intestinos, sensação de peso e de distensão abdominal, recitação. Atenção. A retenção de gases nos intestinos é habitualmente devido à prisão de ventre.
Doença
O suco gástrico é necessário para a digestão, embora uma boa parte dos seus componentes seja reabsorvida posteriormente no intestino. A insuficiência de sucos gástricos afecta negativamente todos os processos digestivos, produzindo peso no estômago, fermentações intestinais e até mesmo anemia. Há plantas medicinais que podem fazer aumentar sensivelmente a produção de sucos gástricos, por meio da estimulação das glândulas secretoras. Em geral, todas as plantas amargas, e todas as especiarias ou condimentos, aumentam a produção de sucos gástricos. Antes de administrar qualquer planta para aumentar a produção de sucos, é necessário que se diagnostique a causa, para excluir quaisquer doenças malignas.